Eleições


Justiça Eleitoral determina que Danielle remova vídeos considerados “propaganda negativa” contra Edvaldo


Publicado 16 de setembro de 2020 às 19:37     Por Redação AjuNews     Foto Arquivo / SSP-SE

A Justiça determinou que a candidata à prefeitura de Aracaju remova ao menos sete vídeos de suas redes sociais considerados “campanha negativa e antecipada” contra o prefeito e candidato à reeleição, Edvaldo Nogueira (PDT). A decisão provisória foi assinada pelo juiz da 27ª Zona Eleitoral, José Pereira Neto, nesta quarta-feira (16), e cabe recurso.

À Justiça, a defesa do pedetista alegou que Danielle “utiliza-se das redes sociais para divulgar reiteradas postagens que o desqualificam como gestor municipal”. Ainda de acordo com a equipe jurídica de Edvaldo, a adversária política “insinua que a gestão é inoperante, desumana e que a cidade possui um ‘desgoverno'”.

Além da exclusão dos vídeos, o magistrado determinou multa de R$ 1 mil em caso de descumprimento.



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Fernando Zor processa ex após ser chamado de ‘pai ausente’, diz colunista

Justiça
Mais Lidas
Publicidade


Ao clicar no botão “Aceitar” ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.