Política


Belivaldo diz que Alessandro Vieira precisa “desligar a tecla do modo eleição e deixar de querer se aparecer”


Publicado 23 de fevereiro de 2021 às 10:04     Por Fernanda Sales     Foto Mário Sousa / Governo de Sergipe

O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), fez duras críticas ao senador Alessandro Vieira (Cidadania), nesta terça-feira (23), após a declaração do parlamentar, em vídeo divulgado nas redes sociais, afirmando que o governador precisa assumir a responsabilidade no processo de vacinação contra a covid-19. Em resposta, o governador afirmou que Alessandro “precisa desligar a tecla modo eleição e deixar de querer se aparecer”.

Para o governador, Alessandro “quer ganhar palanque político” ao falar em atraso de vacinação. “Ele precisa desligar a tecla do modo eleição e deixar de querer se aparecer. Eu não admito, não aceito que político nenhum venha para cá querer aparecer e fazer política com pandemia. Ele quer me atingir sem necessidade. Tenho uma relação de respeito com ele, agora, senador, desligue a tecla modo eleição e vamos trabalhar na pandemia”, afirmou em entrevista na Fan FM nesta terça-feira (23).

No vídeo, Alessandro faz apelo ao governador e diz que é inadmissível que o menor estado da federação continue com atraso na imunização da população. “Se você não toma isso nas mãos, Belivaldo, você está prejudicando cada sergipano. Essa omissão custa vida”, disse o senador nas redes sociais nesta segunda-feira (22).

Belivaldo disse que também faz um apelo a Alessandro, para que ele aproveite o fato de ser senador e busque dialogar com o presidente Jair Bolsonaro para que os estados possam receber uma quantidade maior de vacina. O governador reforçou que Alessandro apoiou a candidatura do presidente e que, por isso, poderia fazer uso do poder no Senado Federal para conseguir mais doses do imunizante.

Durante a entrevista, o governador declarou que está fazendo a sua parte e que não há autorização para compras de vacinas por parte dos estados. “Nós recebemos as vacinas do Governo Federal e, de imediato, fazemos a distribuição. Não temos autorização para comprar vacinas. Eu estou fazendo a minha parte”, disse ele, acrescentando que as doses da vacina têm sido distribuídas para todos os municípios, mas quem fica responsável pela aplicação do imunizante são os municípios.

O governador informou ainda que o senador pode cobrar atuação também dos prefeitos e disse que “ele apenas gravou um vídeo e fez críticas, mas não apresentou sugestão nenhuma”. “Estamos aberto às sugestões, mas não admito que se faça política com pandemia […] Ao invés de fazer vídeo me atacando, faça apelo à população para ficar em casa”, finalizou o governador.

Leia mais:
Belivaldo Chagas recebe segundo maior salário entre governadores do país, aponta jornal
Em reunião com Belivaldo e Edvaldo, ministro da Saúde apresenta cronograma de distribuição de vacinas
Belivaldo afirma que PT faz parte do governo de Sergipe: “Quando não quiser, entregue os cargos e vá embora”



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Após boato, deputados negam articulação sobre possível mudança na Mesa Diretora da Alese

Justiça
Mais Lidas
Publicidade