Política


Contas de bolsonaristas em redes sociais no exterior são bloqueadas por determinação de Alexandre de Moraes


Publicado 31 de julho de 2020 às 10:43     Por Peu Moraes     Foto Rosinei Coutinho/ Supremo Tribunal Federal

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou o bloqueio de contas de 16 apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em redes sociais também no exterior. A informação foi publicada pelo site G1, nesta quinta-feira (30). Na prática, a determinação ampliou o alcance de uma outra decisão, da semana passada.

No último dia 24, as contas foram retiradas do ar por decisão de Moraes, mas alguns dos investigados tentaram driblar a ordem do STF e mudaram, por exemplo, as configurações de localização para outros países para continuarem publicando mensagens. Também usaram perfis alternativos.

Moraes considerou que houve cumprimento parcial da decisão, o que acarreta imposição de multa. Segundo o ministro, a exclusão das contas deve ocorrer independentemente do acesso a essas postagens se dar por qualquer meio ou qualquer IP, seja no Brasil ou fora do país. A rede social Twitter divulgou uma nota na qual informou que bloqueou as contas.

“O Twitter bloqueou as contas para atender a uma ordem judicial proveniente de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF). Embora não caiba ao Twitter defender a legalidade do conteúdo postado ou a conduta das pessoas impactadas pela referida ordem, a empresa considera a determinação desproporcional sob a ótica do regime de liberdade de expressão vigente no Brasil e, por isso, irá recorrer da decisão de bloqueio”, informou.

Leia mais
Twitter e Facebook derrubam perfis de bolsonaristas após decisão de Moraes
‘Não são pessoas de bem, são bandidos’, diz Barroso sobre autores de fake news e campanhas de ódio
‘STF está em roteiro autoritário’, afirma Alessandro Vieira após Supremo derrubar perfis de bolsonaristas
Bolsonaro recorre ao STF após suspensão de contas de aliados
Perfis com publicações de direita são quatro vezes mais bloqueados que de esquerda no Twitter
Investigado, blogueiro deixa o Brasil e diz que China e Coreia espionam Bolsonaro com ‘aval’ do STF



Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Leia os termos de uso


Publicidade
Justiça

Mais de 117 mil pessoas que receberam auxílio emergencial de forma indevida já fizeram devolução

Justiça
Mais Lidas
Publicidade